Poema

"Quando sentires vontade de chorar, não chores
Podes-me chamar que eu choro por ti.
Quando sentires vontade de sorrir, avisa-me
Que venho para nós dois sorrirmos juntos.
Quando sentires vontade de amar, chama-me,
Que eu venho amar-te.
Quando sentires que tudo está acabado, chama-me,
Que eu venho ajudar-te a reconstruir.
Quando achares que o mundo é pequeno demais para as tuas tristezas,
Chama-me, que eu faço ele pequeno para tua felicidade.
Quando precisares de uma mão, chama-me,
Que a minha é sempre tua.
Quando precisares de companhia, naqueles dias nublados e tristes,
Ou nos dias ensolarados, eu venho, venho sim.
Quando estiveres precisando ouvir alguém dizer: EU TE AMO!
Chama-me que eu digo-te a todo hora.
Pois o meu amor é imenso.
E quando não precisares mais de mim, avisa-me,
Que simplesmente irei embora, pensando em você."
 

 
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s