Se todas as tradições se devessem preservar ainda hoje se queimavam pessoas em fogueiras…

"E a verdade é que a tradição portuguesa, com o muito de bom que tem, permanece borratada por um espectáculo de horrores em que bestas se confrontam por entre os guinchos de gargantas e trompetas. No teatro de decadência e de debilidade mental, continuam os olheiros de sempre a mirar a enormidade de ver touros espicaçados a jorrar sangue pelo cachaço e a molhar a terra de saliva e dor. Os diminuídos riem alto, bradam gritos e apupos, enquanto uma besta empinada num cavalo ergue ao alto o tricórnio e as vestes garridas de cores e cinzentas de pensamento. As televisões e as câmaras promovem as corridas e amnistiam uma tragédia intelectual. Entretem-se e alimenta-se a ignorância do povo com Touradas. Triste!
 
Tanto de bom que a nossa cultura tem para mostrar e para se despegar da aglutinação cultural de Espanha e por aqui ainda há os que defendem a morte na arena e o desfile de monstruosidades. Não terão os homens mais que se preocupar, e com que se entreter, do que com a morte e o sofrimento dos outros, pessoas ou animais? Não admira que as cornadas justas do touro venham ganhando mais adeptos…"
 
 
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s