O teu violino, avô

O teu violino já não toca avô
está desafinado pela tua ausência,
pela saudade que te temos
e apesar de não te esquecermos
ganha pó na prateleira da sala
junto à fotografia da avó.

A foto onde estavas risonho
quando juntos éramos orquestra de sonho.
Acompanhava com tacho e panelas
a música de uma casa alegre
“e juntavam-se os dois à esquina
a tocar a concertina a dançar o solidó.”

O teu violino já não toca mais.
Tenho muitas saudades!
Faltas tu na cabeceira de mesa
a distribuir malaguetas com safadeza
nos pratos alheios distraídos
numa travessura sem dó.

E assim dou por mim a pensar em ti
no tom triste deste Outono.
O campo está ao abandono.
Poucos passam agora por aqui.
A avó já está muito velhinha
e sem ti avô, sente-se só…

 

João Natal

 

 

1924 – 2006

 

Até um dia avô.

Amo-te e amar-te-ei sempre.

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Uma resposta a O teu violino, avô

  1. Diogo diz:

    Os meu sentimentos Liliana…
    Espero k tenhas muita força neste momento tão díficil para ti…
     

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s