Ser livre…

Rir é arriscar-se a parecer louco.
Chorar é arriscar-se a parecer sentimental.
Estender a mão para o outro é arriscar-se a se envolver.
Expor seus sentimentos é arriscar-se a expor seu eu verdadeiro.
Amar é arriscar-se não ser amado.
Expor suas ideias e sonhos ao público é arriscar-se a perder.
Viver é arriscar-se a morrer.
Ter esperança é arriscar-se a ter uma decepção.
Tentar é arriscar-se a falhar.

Mas é preciso correr riscos.

Porque o maior azar de sua vida é não arriscar nada. Pessoas que não arriscam,  que nada fazem, nada são. Elas podem estar evitando o sofrimento e a tristeza.
Mas assim não podem aprender, sentir, crescer, amar, viver.
Acorrentadas as suas atitudes, são escravas. Elas abriram mão de sua liberdade.

Só a pessoa que arrisca é livre!

 

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s