Angústia

a angústia
não tem cor
nem hora

a angústia
não tem sabor
nem escolhe
o dia, o minuto

a angústia chega
e toma conta
da casa, do quarto, da cama

se instala num canto
ou aparece de surpresa

a angústia
pode chegar de mansinho
ou assim de repente
feito tempestade
a angústia não tem
cerimônia de hóspede
nem constrangimento

não pede licença para passar
apenas transborda
entra pelos poros
invade o ar, o som

pode ser agora
enquanto chove
pode ser amanhã
quando fizer sol

pode ser diante da beleza do azul do mar
ou na montanha, cercada de verde

pode ser na solidão
ou no meio da confusão

a angústia é minha companhia
até quando não quero ser
ninguém
além de simplesmente
eu mesma

 

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Uma resposta a Angústia

  1. Helena diz:

    passei por teu blog, tems poesias sempre muito lindasbeijinhosHelena

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s